Protótipo de sistema e banco de dados para diagnósticos das condições de acessibilidade em instituições públicas.

Público alvo:
Instituições públicas que necessitem realizar o planejamento de obras ou adaptar instalações existentes.

Introdução:
Partindo de modelos pré estabelecidos para vistoria de acessibilidade em edificações, principalmente o questionario utilizado pela prefeitura de São Paulo, podemos iniciar a prototipação de um sistema que possa auxiliar as instituições públicas a mapear e manter um banco de dados sobre suas condições de acessibilidade.

OBJETIVO:
Propor um protótipo de sistema e banco de dados compatível com o “protocolo para diagnósticas condições de acessibilidade”.
4.1. Objetivo específico:
O protótipo deverá permitir:
a) identificação de necessidade de acessibilidade;
b) manter essas informações por longos períodos em um banco de dados e;
c) emitir consultas e relatórios sobre as informações armazenadas.

METODOLOGIA:
a) será teste/implementa com maior profundidade o protocolo para diagnóstico de acessibilidade; b) será usado a metodologia de desenvolvimento de sistemas em espiral a qual permite a especificação de requisitos e codificação de forma quase simultânea e gradativa; c) os protótipos serão testados dentro das instalações de edificações públicas.

Last edited Jul 28, 2010 at 10:34 PM by es_monteiro, version 1

Comments

No comments yet.